Consigo aprender a ter resiliência?

Segundo a Psicóloga Eloisa Oliveira, essa é uma questão que para muitas pessoas, até agora, não tinha resposta, mas hoje vamos abordar esse tema para não restar mais dúvida. Quando percebemos que não possuímos as características de uma pessoa resiliente?


Um bom termômetro é reparar se depara se preocupando com questões que podemos consideradas simples do cotidiano, como: ele(a) recebeu a mensagem no whatsapp visualizou e não respondeu na hora, Não me convidaram para a festa, agora na pandemia (vídeo chamada), o vizinho não me cumprimentou… (É importante salientar que na pele de quem está vivendo essas situações, realmente entram em sofrimento psíquico, causada muitas vezes por baixa auto estima, ansiedade, entre outras patologias...


Que para conseguir uma melhor qualidade de vida e lidar melhor com os problema sem muitos ônus para vida emocional, é indicado questionar esses pensamentos de inquietação, não somente senti-los, procurar ajuda de um psicólogo, pois ajudará na caminhada do autoconhecimento)…


Bom, voltando para resiliência, ressalto que não se trata de uma posse ou uma que determina quem tem ou não têm; Considera-se que a pessoa não é resiliente, e sim está resiliente, ou seja pode ser adquirida com as experiências da vida, desde de que ao invés de se fragilizar diante das dificuldades e dos eventos estressores, consiga ferramentas internas para se fortalecer aprendendo com cada queda como não se abater tanto da próxima vez...


começamos a olhar as nossas diversidades com outra perspectiva e aprender com elas…


Agende uma conversa com a Psicóloga Eloisa Oliveira

20 visualizações0 comentário

Politicas OMSA

Suporte

Cadastro OMSA

ATENÇÃO
Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br . Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.

Organização Multidisciplinar de Saúde Aplicada

29.900.423/0001-40

Jaguariúna - SP